MEDJUGORJE E A ÚLTIMA SALVAÇÃO PARA A HUMANIDADE

 

MEDJUGORJE E A ÚLTIMA SALVAÇÃO PARA A HUMANIDADE

Medjugorje é a última tábua de salvação para a humanidade 


Os povos antigos já acreditavam neste abismo que separava os vivos e os mortos. Na mitologia grega os mortos eram enterrados com uma moeda para que fizessem a passagem da vida para a morte. O barqueiro na mitologia grega chamava-se de caronte.


Acreditava-se que os mortos deveriam ser enterrados com moedas para pagarem a travessia do lago da morte ao barqueiro.

Nos olhos de Cristo, segundo o Sudário de Turim foram também colocadas moedas segundo a tradição judaica

        

Em Apocalipse 20 lemos: “10 O diabo, que as enganava, foi lançado no lago de fogo que arde com enxofre, onde já haviam sido lançados a besta e o falso profeta. Eles serão atormentados dia e noite, para todo o sempre. “

Vicka fala do fogo que está no meio do Inferno em seu testemunho aos peregrinos em Medjugorje:

 

 

       Nas suas memórias, Irmã Lúcia descreveu a visão espantosa que ela, Francisco e Jacinta tiveram do inferno:

Nossa Senhora mostrou-nos um grande mar de fogo que parecia estar debaixo da terra. Mergulhados em esse fogo, os demônios e as almas, como se fossem brasas transparentes e negras ou bronzeadas, com forma humana, que flutuavam no incêndio levadas pelas chamas que delas mesmas saíam juntamente com nuvens de fumo, caindo para todos os lados, semelhante ao cair das faúlhas em os grandes incêndios, sem peso nem equilíbrio, entre gritos e gemidos de dor e desespero que horrorizava e fazia estremecer de pavor. Os demônios distinguiam-se por formas horríveis e asquerosas de animais espantosos e desconhecidos, mas transparentes e negros. Esta vista foi um momento, e graças à nossa boa Mãe do Céu, que antes nos tinha prevenido com a promessa de nos levar para o Céu (na primeira aparição)! Se assim não fosse, creio que teríamos morrido de susto e pavor.

Em seguida, levantamos os olhos para Nossa Senhora que nos disse com bondade e tristeza: