Aparição de Nossa Senhora Rainha Vitoriosa

 

Aparição de Nossa Senhora Rainha Vitoriosa

Aparição de Nossa Senhora Rainha Vitoriosa do Mundo

Revelação a Sóror Maria Natália Magdolna
Sóror Maria Natália das Irmãs de Santa Maria Madalena nasceu em 1901 perto de Pozsony, na atual Eslováquia. Seus pais eram artesãos de origem alemã. Ainda jovem aprendeu o húngaro e o alemão, e mais tarde o francês. Recebeu as mensagensem húngaro. Sua vida está cheia de acontecimentos históricos e políticos já que viveu quase todo este século. Morreu a 24 de abril de 1992, em odor desantidade. Desde a mais tenra idade percebeu claramente sua vocação religiosae aos dezessete anos entrou no convento de Pozsony. Aos trinta e três, suas superioras a enviaram para a Bélgica, de onde voltou pouco tempo depois porque adoeceu e a remeteram para a Hungria, sua pátria, onde viveu nos conventos de Budapest e Keeskemet. Na Hungria, começou a ter locuções interiores e visões sobre o destino da Hungria e do mundo, embora desde criança houvesse tido fortes experiências místicas. Estas mensagens são um chamado à reparação dos pecados, à emenda e á devoção ao Coração Imaculado de Maria como a Vitoriosa Rainha do Mundo. A maioria destas mensagens escreveu-as entre os anos de 1939 e 1943. Durante a Segunda Guerra Mundial, Sóror Natália aconselhou o Papa Pio XII que não fosse a Castelgandolfo, sua residência de verão, porque seria bombardeada, como de fato o foi. Sóror Natália teve que transmitir algumas mensagens muito duras à hierarquia católica da Hungria:que repartissem suas riquezas aos pobres, que deixassem seus palácios e que começassem a fazer penitência. Para muitos este chamado não somente era uma loucura mas um absurdo. Somente uns quantos fizeram caso do chamado do "Apostolado da Emenda". Somente depois da guerra, quando o cardeal Mindszenty em 1945 foi eleito Primado da Hungria, começou o movimento de reparação de uma forma séria. Ele quis a construção de uma capela em Budapest e concedeu permissão para a fundação de uma nova ordem religiosa, cuja única finalidade seria o fazer reparação e penitência pelos pecados da nação. Mas desgraçadamente era demasiado tarde e a capela não se conseguiu concluir. As autoridades comunistas não somente proibiram a fundação danova ordem, mas dispersaram aquelas já existentes. O terror contra o povo húngaro foi três vezes mais severo do que nos países satélites vizinhos. O exército vermelho fez mártires aos milhares, entre eles o bispo Apor de Gyor, o qual tratou de defender o seu rebanho, em sua maioria mulheres que buscavam refúgio nas igrejas para evitar serem violadas. Sem embargo, o exército vermelho foi indulgente em comparação com os traidores comunistas húngaros, especialmente seu líder Matias Rákosi. Esta figura cruel enviou milhares de intelectuais para o patíbulo e sua fúria se dirigiu principalmente contra a Igreja Católica. Confiscou todas as suas escolas, dispersou as ordens religiosas e tomou seus conventos e mosteiros. Todo o mundo se inteirou da trágica sorte do Primado da Hungria, o cardeal Joseph Mindszenty, o qual lutou valentemente contra a tirania vermelha. Depois de haver sido encarcerado durante a Segunda Guerra Mundial pelos nazistas alemães por ajudar aos judeus, agora os vermelhos o arrastaram sob falsas acusações e o submeteram às mais humilhantes torturas. Quando sua vontade de ferro dobrou-se perante as drogas que lhe administraram, o submeteram a julgamento de burla. Seu rebanho assustou-se e dispersou-se lentamente ao ver o pastor vencido. Sóror Natália compartiu a sorte de suas irmãs religiosas e teve que viver escondida, mas sua vida mística continuou e sob a orientação de seu novo diretor espiritual, em 1981, começou a escrever novamente seu diário. Temos em nossas mãos um tesouro místico de incalculável valor, à altura de qualquer dos grandes tesouros das místicas cristãs, santa Catalina de Siena, santa Gertrudes, santa Teresa de Jesus e santa Margarida Maria Alacoque. Encontramos mensagens, ensinamentos e avisos dirigidos a todos e especialmente aos sacerdotes que vivem neste final de século. Necessitamos desta guia num tempo em que os pilares tradicionais estão cambaleando e há confusão até entre os mesmos consagrados.
Este livro baseia-se no diário e outras mensagens que Sóror Natália deu a várias pessoas. Sóror Natália ofereceu sua vida pelos sacerdotes quando entrou no convento. Uma estranha hóspede,comecei a ler a sagrada Bíblia às escondidas. A primeira lição que me tocou a fundo foi: "Não julgues para que não te julguem e o que tu faças pelo menor de meus irmãos, Me tens feito a Mim".
Quando tinha quatorze anos fiz o voto da Terceira Ordem dos Franciscanos, e aos quinze se viu claramente que não queria casar-me. Somente Jesus me atraía constantemente. Com os olhos de minha alma vi a meu redor a reis e mendigos. Observei a alguns em sua grande pompa passageira, enquanto viaa outros em sua tremenda mas também passageira pobreza. A quem daria o amor? Decidi dá-lo ao que sempre vive e sempre se regozija em meu amor: a Jesus.
De meus oito irmãos, hoje somente sobrevivemos um irmão e eu. Minha irmã Stephanie, que também foi religiosa, havia falecido. Ela me ajudava muito quando ainda estávamos em nossa casa. Aos domingos, quando minha mãe nos deixava lavando a cozinha depois da comida, nos revezávamos fazendo esta tarefa. Quando tocava a mim, Stephanie sempre me mandava rezar e ela fazia a minha tarefa, talvez porque nunca me disputava com ela e porque sabia como me agradava rezar. Uma tarde de verão, perto do por do sol, sentei-me em silêncio por detrás de minha casa, no primeiro degrau da escada. Ao contemplar a beleza do céu, senti como se minha alma fosse voar para lá. De repente se abriu a grade do jardim e entrou uma mulher. Eu brinquei e corri para Ela. Era formosa e uma felicidade devota e sobrenatural irradiava d'Ela. Disse: - Tomara que esta seja a casa que me receba. Fecharam-me as portas nas outras casas aonde cheguei. "Não há lugar", disseram-me. Em outros lugares me retiraram semmaiores explicações. Comecei nesta fileira de casas e não me tem passado nenhum desde a ponte até aqui.
Olhei seu rosto e me dei conta de que era uma alma devota e que amava a Deus.
- Me agrada a pessoa de bom coração - falou novamente. Me dás hospedagem?
- Sim! disse-lhe. Corri dentro de casa até minha mãe. Rapidamente lhe revelei a hóspede:

"É uma Senhora formosa, diferente de nós; sua saia é escura e cobre os tornozelos; pede para ficar conosco esta noite. Nem sequer pede uma cama, uma cadeira é suficiente ou um banco".Depois disto corri para meu pai. Ele era um homem sério e perguntou: "Quem é esta desconhecida?" Eu a descrevi com medo que a despedisse. Mas meu pai concordou em que ficasse. "Olha, minha pequena disse-me -, de algum modo podemos acomodar a inesperada hóspede; não temos muito espaço, mas deixa que ela fique. A noite estava fria, por isso fizemos um pouco de fogo na casa. A Senhora sentou-se numa cadeira na cozinha e eu sentei-me a seu lado no chão. Começou a falar-me do Céu. Eu escutava todas as palavras e minha alma regozijava-se de felicidade. Perguntei-lhe se queria comer conosco, mas ela só pediu um pedacinho 4 de pão e chá. Enquanto comíamos, ela me falou da vida dos santos; de São Francisco de Assis. Eu lhe disse que queria servir muitíssimo a Deus e ser religiosa.
- O serás – disse -, e sua voz era firme.
- De onde vem? perguntei-lhe.
- Venho de Viena, de um claustro.
- Deveras? Disse-lhe, com alegria. Por favor, leve-me pra lá também; não importa que eu seja ainda pequena, supliquei-lhe.
- Aonde eu vou agora, não te posso levar. Porém, sim mais tarde - me contestou.

REPARAÇÃO
A efusão da graça
Disse Jesus:
- Muitos que tentam fazer reparação, o fazem imperfeitamente. Em alguns casos ainda a mentira pode entrar. Há um só caminho seguro: unir seu esforço de penitência com minha Mãe Imaculada. Com Ela a reparação será perfeita. Ainda se a oração e penitência estão feitas com distrações, cansaço e outras coisas, serão corrigidas pela ajuda e a fé da Mãe Imaculada.
- Eu aceitarei as orações e penitências de teu pequeno grupo de oração. Seu esforço de reparação Me é agradável, porque na luz de suas imperfeições vocês pediram ajuda à minha Mãe Imaculada. A oração e a reparação trazem muitíssimas graças do céu, porém são tão raras!
A oração mais agradável:
Um dia, durante minha oração de reparação, o inimigo de minha alma me disse: "Tuas orações não sãodignas, estás desperdiçando o tempo". Ele me disse isto tão serena e convincentemente que eu quase pensei que era Jesus, pelo que me voltei para Jesus, dizendo-lhe: "Meu Senhor, quando é que minha oração é realmente agradável a Vós?" Ele me respondeu: "Quando tu se esqueces de toda a coisa ao teu redor, quando te submerges totalmente em Mim e não permites que nada do que passa a teu redor te perturbe". Mais tarde perguntei: "Quando é que eu estou totalmente imersa em Vós? "Quando em minha presença sentes que teu corpo está dormindo e ao mesmo tempo tua alma está desperta em Mim".
A VITORIOSA RAINHA DO UNIVERSO
O Rei e a Rainha
Foi na festividade de Cristo Rei de 1939 quando tive a visão do Salvador como meu real esposo. Sua figura era majestosa e seu rosto muito formoso. Tudo irradiava amor. O manto real pendia de seus ombros e uma coroa de três peças brilhava em sua cabeça. Quando estou frente a um homem ilustre, meu coração bate com força, mas nesse momento não. Senti que Ele me atraía ao seu divino Coração com seu ardente amor. Isto sucedeu com tal força que corri para Ele e me prostrei a seus pés. Ele se inclinou e me levantou, cobrindo-me com uma ponta de seu manto real.
- Meu Salvador e meu Rei gritei Por favor, reina sempre em mim!
- Meu trono está já em teu coração me respondeu. Em ti meu reino está completo. Mas onde reina meu amor será levantada minha cruz. Entendi que Jesus queria algum sacrifício de mim. Voltei-me para Ele com alegria, disposta a obedecer, e lhe disse:
- Meu bom Jesus, quero que reines em mim segundo vossa vontade; estou disposta a carregar a cruz por Vós!
Ele me olhou complacente e enquanto eu descansava em seu peito, pude ver como Ele lançou uma olhada a todo o mundo. Compreendi que anelava algo.
- Qual pode ser o desejo de vosso Coração? perguntei. Ele se inclinou para mim com indescritível amor e me disse:
- Se o mundo reconhece ao Filho como Rei, é justo, correto e apropriado que a Mãe do Filho receba a honra de Rainha. É por isto que Eu quero que minha Mãe Imaculada seja reconhecida por todo o mundo como a Vitoriosa Rainha do mundo. Este reconhecimento deve ser proclamado aberta e solenemente!
Quando o Salvador disse "solenemente" vi que de uma brilhante nuvem saiu uma maravilhosa procissão.
Não posso descrevê-la em detalhes porque era uma procissão celestial e a linguagem humana não está apta para descrever as coisas celestiais. Jesus, sem embargo, a olhou satisfeito. Vi então que os anjos levavam um trono celestial e sentada no trono como a uma rainha a Santíssima Virgem. Levava um manto real e uma tríplice coroa. A coroa tinha uma referência especial à Santíssima Trindade, já que a Virgem é ao mesmo tempo filha, esposa e mãe de Deus.
A Virgem Maria tinha o cetro de Rainha na mão direita e uma esfera na esquerda. Na esfera estava sentado o Menino Jesus, também em pompa real, pois sobre a cabeça de Jesus vi também uma coroa. Na mão esquerda do Menino havia uma pequena cruz, que Ele apertava em seu Coração e em sua mão direitao cetro real. A procissão ia acompanhada por uma música maravilhosa. De repente, a visão da procissão desapareceu e vi outra vez a Jesus como Rei. À sua direita estava sua Mãe como Rainha do Universo.
Entendi que a procissão celestial era a precursora dessas outras muitas procissões que viriam a celebrar Maria como Rainha em todo o mundo: em povos e em aldeias, pelos campos e montanhas, nos lares e nos corações, como a Vitoriosa Rainha do Universo. Durante esta visão, o Salvador me fez saber que esta solene festa seria celebrada durante o reinado do Papa Pio XII (isto ocorreu em 1954 durante o Ano Mariano)(6) Ademais, Jesus me fez saber que Ele abençoaria esta festa de uma maneira especial. Os sacerdotes escolhidos para promover esta devoção sofreriam muito e seriam humilhados. Mas Jesus prometeu sua ajuda a esses sacerdotes. "Estarei com eles em seus sofrimentos" me disse -, e enquanto dizia isto pôs sua mão direita em seu Coração e a levantou para abençoar: a graça fluía como um rio sobre as almas escolhidas desses sacerdotes. Então vi como seu olhar pousava sobre meu confessor e entendi o que lhe disse: "As bênçãos de meu Coração, a chama de meu Amor e a força de minha Vontade estarão com meus sacerdotes fervorosos; eles serão a escada para que minha Mãe Imaculada suba até o trono de sua glória como a Vitoriosa Rainha do Universo"."Arrependam-se e façam reparação!" Pouco depois, voltei a ver a Santíssima Virgem junto com a Santíssima Trindade. Ela vestia um traje real.
Sob seus pés estava o mundo como um globo. Sua figura era majestosa. Irradiava uma grande humildade, e sem embargo era uma majestosa rainha. Suas feições eram ternas e infinitamente amorosas, mas ao mesmo tempo maravilhosamente sérias. Levava um vestido branco como a neve, com um laço azul ao redor da cintura. Sobre seu vestido tinha um manto escarlate com uma brilhante fivela dourada; do manto flutuava um véu azul turquesa. Soube que a brilhante fivela dourada apresentava especial relação com a Trindade. Seu cabelo castanho estava partido pelo meio e coberto também com um véu transparente.Levava uma tiara na cabeça. Em sua mão esquerda tinha um cetro e levantou sua direita para abençoar.
As graças fluíam de seu manto como uma luz que iluminava o mundo inteiro, especialmente a Hungria, mas fluía sobretudo sobre a agora sofrida e perseguida Igreja. Sob seu pé vi a cabeça da serpente esmagada que se enroscava ao redor do mundo numa derrota total. A alegria da Santíssima Virgem irradiava como luz para a Santíssima Trindade, que aparecia tenuemente nas alturas. Então Ela se voltou para mim com amor maternal e lentamente me disse: "Faça reparação! Faça reparação! Faça reparação!
Porque somente deste modo serás merecedora de graças".
MENSAGENS SOBRE A REPARAÇÃO
As mensagens neste capítulo se referem à Hungria, mesmo que sejam proveitosas para todo o mundo. A essência destas mensagens é: "Façam reparação! Façam penitência!" Jesus e Maria não somente desejam que a Hungria faça penitência, mas o mundo inteiro. O que Jesus pede por intermédio de Sóror Natália encontra-se na Bíblia. Não obstante, há algo novo: Jesus pede um "movimento de reparação mundial" começando pela Hungria. Por que Hungria? Porque a Virgem vê a Hungria como sua herança.
Disse a Santíssima Virgem (1940):
- O rei Santo Estêvão recebeu o país do Pai celestial pouco depois de haver morrido seu filho São Emerico (herdeiro do trono), entregou-me o país em 1038. Eu aceitei este legado. Me tem sido dedicado oito países, mas somente este país é minha herança. Ao longo de sua história esta nação tem sofrido muito, mas nunca será aniquilada.(7)
Disse Jesus:
- Desejo perdoar ao país de minha Mãe, se encontro suficiente número de almas reparadoras. Tenho meus planos para esta nação. Façam penitência e reparação, de maneira que Eu não me veja forçado a aniquilar este país e se eleve até meu Coração. Isto deve começar na Hungria e deve estender-se a todo o mundo.
Quero purificar o país de minha Mãe, quero abençoá-lo e abraçá-lo com meu Coração.
- Se o povo húngaro deixa de ofender-me, deixa de pecar sobretudo contra a pureza, deixa de blasfemar; se pronunciam o nome de minha Mãe com reverência, se se arrepende e faz penitência, então Eu virei e derramarei minhas graças com abundância. Assim como no presépio de Belém iniciou a obra da redenção, da mesma maneira iniciará na Hungria minha grande obra, minha vitória, a destruição do pecado, a santificação das almas e a derrota de Satanás. Eu favoreço ao povo húngaro porque eles amam e apreciam a minha Mãe Imaculada!
Que classe de reparação pede Jesus?
1. Jejum e oração. Jesus disse: "Estou buscando meus filhos e desejo lhes pedir que jejuem e rezem. Não devem dizer somente orações convencionais, mas estar comigo, fazer penitência, rezar o rosário e fazer tudo isto unidos ao Coração Imaculado de Maria. Nos conventos deve haver adoração ao Santíssimo Sacramento dia e noite.2. O clero não deve ostentar títulos e deve doar todas suas propriedades aos pobres (somente o cardeal Mindszenty cumpriu com este desejo de Nosso Senhor).
3. Muitos de meus filhos fervorosos devem formar grupos de oração com o objetivo de consolar-Me junto com minha Mãe Imaculada.
4. É um consolo para Mim que a imagem de minha Mãe esteja cunhada em sua moeda, mas mais gosto me daria se cada pessoa a levasse gravada em seu coração.
5. A blasfêmia deve cessar, é o pecado mais abominável da língua.
6. Rezem a Grande Novena Dupla, para alcançar muitas graças e honrar a Mim e a minha Mãe Imaculada.
7. Desejo a devoção a minha Mãe como Rainha Vitoriosa do Mundo.
8. Que a hierarquia construa um lugar para Mim, onde Eu derrame minhas graças e de onde Eu desejo chamar a meus queridos filhos pecadores de todo o mundo para que se arrependam (a capela da reparação).

O mar do pecado
Jesus me pediu com urgência que a obra da reparação pelos pecados iniciasse imediatamente nos conventos e no mundo. Vi a multidão de pecados que o Salvador não podia tolerar mais. Eram pecados da língua, a vaidade e a imoralidade. Muitos religiosos o eram somente por seus hábitos [a roupa] pois em seu espírito não o eram. Jesus tinha toda a razão para pedir conversão e reparação. Vi o mar de pecados nas cidades e aldeias. Vi o número crescente de bordéis no país (8). O Senhor disse que se estas casas de pecado não se fechassem Ele não poderia ter misericórdia do país. O Senhor queria que as autoridades da Igreja junto com as civis se declarassem contra esta imoralidade. Se não havia outro caminho, então estes bordéis deviam ser fechados pela força da lei, para a salvação de todos os crentes.

O açoite do fogo
Nessa época (durante a guerra) vi em visão ao Pai celestial. Seu rosto brilhava de ira e em sua mão havia um açoite de fogo com o qual estava pronto para purificar o mundo. Vi que este castigo causaria a morte de inocentes e pecadores por igual. Mas ao mesmo tempo vi que a Santíssima Virgem, junto com os anjos e os santos intercedia com lágrimas pelo mundo. O Salvador estava entre o Pai e a multidão suplicante.
Ele olhou para a terra e logo se voltou para mim, dizendo:
- Diga a meus sacerdotes que proclamem em toda parte: "Se a humanidade não se converte e se arrepende, a ira de meu Pai já não se poderá evitar, Ele castigará também a seu país; minha palavra deve ser tomada em conta sobretudo pelos sacerdotes, porque seus pecados pesam mais do que os dos leigos, e provocam a ira do Pai".
Algum tempo depois o Salvador me disse:
- Quero dizer à Igreja que um castigo terrível será aplicado sobre três quartas partes do mundo, por causa dos pecados das almas consagradas. O Senhor se referia aqui não ao número de pecados mas a sua importância. Ao mesmo tempo Ele se queixou da demora em começar a reparação a nível mundial:
- Me dói que os meus eleitos não lutem com todas as suas forças contra os pecados públicos. Os convoco novamente para que, em cooperação com as autoridades públicas trabalhem para um fim destes pecados.
Eu disse muitas vezes que desejo fazer grandes coisas por meio de minha Igreja, mas se os homens não cooperam comigo com seus sacrifícios, então, mesmo sendo Onipotente não poderei fazer muito por eles.
Se alguém tivesse visto, pelo menos uma vez, o modo como Jesus pedia, quase mendigando, jamais recusaria fazer algo para Ele. O Senhor não pede nada para si mesmo, mas para nós, e ao mesmo tempo ele respeita nossa livre vontade.


Almas vítimas
Depois da sagrada Comunhão o Salvador me comunicou seu gozo, dizendo-me:
- Regozija-te comigo, minha filha, encontrei almas vítimas. Seus superiores não deverão atacá-las quando estão jejuando, rezando e fazendo vigília noturna. Eu redimi o mundo com o sofrimento e rezando durante a noite. A reparação é uma mudança de vida, de atitudes. Aqueles que têm amaldiçoado, devem abençoar, os que têm roubado devem restituir, os que odeiam devem amar, os que têm servido ao seu corpo devem servir à sua alma e os que têm ignorado meus mandamentos de ora em diante devem guardá-los, senão, não há uma verdadeira conversão. Desejaria ver escrito nas portas de cada convento e de cada família cristã: "Reparação e sacrifício!" Filha minha, diz isto a todos: "Se o espírito de reparação floresce nas almas, terei misericórdia da Hungria e de todo o mundo".


Horas de reparação
O Senhor pediu que os sacerdotes levassem a cabo horas de reparação. Porém as autoridades não davam sinais de entender. Então o Senhor, firme, porém ainda com seu acostumado amor, disse:
- Oh cegos e ingratos sacerdotes meus, por que me causam tanta angústia? Eu esperava gratidão e prontidão de vocês, e vocês me contestam ridicularizando e rechaçando meu amor. Por que vocês desejam esconder das gentes o meu amor, minha misericórdia e minha onipotência, quando o inimigo está usando sempre novas armas contra Mim e contra aqueles que me amam? Amem-me como Eu vos amo. Queiram o que Eu quero. Façam reparação, façam penitência, alimentem a confiança e o amor a Mim em vocês e nas almas confiadas a vocês.

Dirigindo-se a mim, disse:
- Filha minha, ali onde as almas abandonadas clamam sem cessar, por misericórdia receberão minha paz através da reparação. Sem reparação não há graça, nem misericórdia, nem união. A salvação é diálogo e união com Deus. Se aqueles que em suas almas mancharam minha beleza divina, reconhecem sua miséria e voltam para Mim, serão perdoados; mas os que persistem em seus pecados, irão para a ruína.
O Salvador ensinou-me como devia fazer-se a hora de reparação, e como deviam ser frequentes ditas horas. "Meus sacerdotes deverão informar ao povo sobre as horas de reparação. Deverão animar as almas com zelo, e permitir a estas almas fazer reparação de acordo com meu bendito chamado".

Horas noturnas de reparação
Em vista dos tempos críticos, Jesus pediu horas noturnas de reparação. Apertou-me para que rezássemos não tanto para que se evitasse o castigo, mas muito mais para a perseverança na reparação. Deste modo, nossas pregações seriam ouvidas pelo Pai celestial. Numa ocasião fiz uma hora de reparação pelos sacrilégios cometidos com o roubo nas igrejas. O Senhor mostrou-me numa visão como ocorria um roubo sacrílego, e disse: "Vês, filha minha, por isto é que tenho pedido a hora de reparação durante a noite".
Posteriormente, o Salvador mostrou-me os consagrados que atacavam seu projeto de reparação. Quando eles iam receber a sagrada Comunhão, vi o Senhor neles coberto de sangue e feridas, igual ao que via nos sacrários profanados no roubo das igrejas.

A PURIFICAÇÃO E O DESTINO DO MUNDO
As mensagens deste capítulo são semelhantes às de La Salette e de Fátima e a outras mensagens e advertências contemporâneas. Os sinais mais significativos da intervenção de Deus podem ser resumidos como segue:
1. O mundo pecador será purificado.
2. A Igreja será renovada.
3. Haverá uma era de paz e várias nações se farão cristãs.
4. Esta era será a era de Maria e do Espírito Santo.
5. Talvez a Igreja proclame novos dogmas sobre Maria.
O segredo do Divino Coração
Uma vez, numa visão, o Senhor me mostrou como a maior parte do mundo se converteria num montão de ruínas. Vi cidades e aldeias, e tudo parecia como um bosque depois de um incêndio. Não havia sinal de vida em nenhuma parte. De repente apareceu o Divino Salvador. Vi como caminhava entre as enegrecidas ruínas. Levantou sua mão direita para o céu, enquanto sua esquerda apontava o mundo. Eu lhe perguntei:
- Meu Jesus, que estás fazendo entre estas ruínas?
Ele me respondeu:
- Estou buscando um lugar para semear as sementes da promessa de meu Pai celestial, mas tudo está queimado em ruínas.
Eu entendi que sua mão direita, levantada para o céu, significava o iminente castigo, enquanto sua mão esquerda, apontando para o mundo, representava sua prolongada misericórdia. Conforme eu via na visão, um escrito aparecia acima da direita de Jesus:
- Isto não sucederá se meu povo se converte. Por meio da reparação o Pai celestial terá misericórdia do mundo.
Então entendi um dos segredos do Divino Coração: muitos não poderiam nascer se viesse esta ruína total.
Seu Divino Coração, infinitamente bom, tinha pena daquelas almas que por isto não teriam a oportunidade de ganhar a glória eterna.
"Eu te digo outra vez"
Jesus me disse:
- Eu te digo outra vez: "Reza para que antes que cheguem a santa paz e a grande misericórdia para o mundo, os pecadores se convertam a Deus e aceitem sua misericórdia, emendando suas vidas. De outro modo os que se tenham convertido antes ou durante este período de graça, morrerão eternamente. Vocês, os justos, não devem ter medo. Rezem e confiem no poder de santa oração. Alegrem-me porque encontraram misericórdia em meu Pai celestial. Não tenham medo, melhor, alegrem-se, porque minha
Mãe Imaculada com seu poder de Rainha, cheia de graça, junto com as legiões celestiais de anjos, aniquilará as forças do inferno.

A fúria de Satanás
A Santíssima Virgem me disse que a vitória decisiva, que acabará com as mentiras do mundo e abrirá o caminho para a paz prometida, virá quando Satanás tenha ganho poder em todas as partes, quando ele tenha seduzido a maioria das almas, quando em sua soberba que não tem limites, ele sinta que pode arruinar toda a criação de Deus, incluindo as almas, quando a verdade, a fé e a luz somente vivam numas poucas almas, porque todas as indecisas se terão posto a seu lado: então a vitória virá de repente e inesperadamente.

O poder de Maria Imaculada
Jesus disse:
- Este mudo está obstinado em sua maldade. Como esta obstinada maldade cresce, por isso o mundo está se afastando mais e mais de Mim. Mas Eu não posso arrepender-me de meu Amor. Eu estendo minha mão para eles, e é misericórdia e castigo ao mesmo tempo. Misericórdia e amor para aqueles que Me amam, e castigo para aqueles que Me desprezam. Se Eu falo a ti, tu ouves a voz d'Aquele que está acima de todas as coisas no universo. Se estendo minha mão para ti, minha Mãe Imaculada aparecerá para que tu possas ser salva. Maldade engendra mais maldade.. O mundo alcançou o ponto onde a mesma maldade pede trégua. O poder de minha Mãe Imaculada é capaz de devolver os rios a seus cursos e de acalmar o mar embravecido. Ela será tua ajuda. Já faz muito tempo, nestes dias, o Coração Imaculado de Maria tem impedido a catástrofe do mundo. Um terrível destino espera a humanidade se os homens não se convertem. O Senhor Jesus deseja dar suas graças através de Nossa Mãe Imaculada. É por isto que a Santíssima Virgem é a que nos chama ao arrependimento. O Senhor Jesus deseja nos dar suas graças através da intercessão de nossa formosa, bendita e vitoriosa Mãe, quem incessantemente reza pela humanidade.
Vi o Espírito Santo de Deus inundar o mundo como um fogo devastador. Este fogo não trazia paz nem misericórdia, só castigo. Onde quer que a chama do Espírito Santo penetrasse os espíritos malignos caíam no inferno aos milhares. Mas antes que tudo fosse destruído, vi a Santíssima Virgem de joelhos diante de Jesus, rezando e implorando misericórdia para o mundo. Jesus não a olhou, mas observou ao Pai celestial,o qual não afastou sua mão estendida sobre o mundo emsua justa ira.Como apressar a vitória?
Um sacerdote me disse que perguntasse à Santíssima Virgem o que devemos fazer para apressar a vitória.
A resposta veio da Santíssima Virgem:
- Se vocês querem apressar o grande milagre da vitória de sua Rainha, com a qual Eu salvarei o mundo, devem confiar em Mim e em meu Filho, como os meninos confiam em suas mães, ademais fazendo reparação, oferecendo suas vidas e rezando. Até agora sua confiança não tem sido suficiente e, sem embargo, a eficácia de sua oração depende de sua confiança. Se vocês rezam com confiança plena, a vitória que estão ansiosamente esperando trará a alegria da paz ao mundo inteiro.Filhos meus, confiem em Mim! Confiem em Mim, sempre! Jesus rezando.Vi uma vez como Jesus rezava a seu Pai celestial, e lhe perguntei:
- Jesus meu, por quem ou por que Vós estais rezando agora?
Respondeu:
- Filha minha. Eu rezo por aqueles que tu deverias ter rezado também. Implorem ao Pai celestial para que a maldade dos homens na terra cesse logo. Rezem fervorosamente para que os corações dos homens possam logo estar cheios de uma santa e celestial paz, a paz que eu trago à terra, para que possa estender se a todas as partes. Com minha oração obtive de meu Pai que o prazo de sofrimento terminará logo para dar lugar à vinda do gozo celestial a vocês. Mas antes que este tempo chegue, vocês devem passar duras provas. Contudo, vocês podem mitigar o peso dessas provas com a oração e a constante reparação. Por isso rezem fervorosamente e com grande confiança para que os anjos e os santos do céu também supliquem misericórdia de meu Pai celestial, junto comigo e minha Mãe Imaculada. Consolem a Deus, profundamente ofendido, não só por seus pecados mas pelos pecados dos demais. Somente deste modo pode a graça do grande milagre tornar efetiva em vocês a paz prometida.